Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Loja de produtos chineses no Seixal escondia 24 pessoas

No espaço residiam 17 nepaleses, quatro chineses, um romeno, um brasileiro e um português., sugerindo práticas de tráfico de seres humanos.
13 de Janeiro de 2019 às 10:14
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
Quando os militares da GNR e os inspetores da Autoridade Tributária e da Autoridade para as Condições de Trabalho entraram numa loja de produtos chineses, em Paio Pires, Seixal, procuravam indícios de insalubridade pública e trabalho ilegal.

Contudo, depararam-se com um cenário que pode indiciar tráfico de seres humanos. É que no espaço residiam 17 nepaleses, quatro chineses, um romeno, um brasileiro e um português.

As autoridades não procederam a qualquer detenção, elaborando vários autos de contraordenação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)