Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

LOJA ROUBADA JUNTO DA GNR

Um pronto-a-vestir na freguesia da Vidigueira, no concelho de Beja, a cerca de uma centena de metros do posto da GNR, foi assaltado ontem de madrugada e o proprietário estima que o prejuízo ronde os 50 mil euros.
24 de Junho de 2004 às 00:00
Fonte da GNR da Vidigueira explicou que o assalto terá ocorrido por volta das 03h30, tendo os presumíveis autores arrombado a porta da loja e furtado artigos de vestuário.
O alerta à GNR foi dado por uma testemunha, acrescentou a mesma fonte, escusando-se a adiantar o número de suspeitos, alegando que as investigações ainda estão a decorrer.
O proprietário do estabelecimento de pronto-a-vestir, António Lampreia, garantiu que o prejuízo, dado o “elevado número de peças de roupa que foi roubado”, deve rondar os “40 a 50 mil euros”. “Levaram toda a roupa de marca, da colecção Primavera/Verão, que estava nos três expositores. Só deixaram as peças dos manequins, fatos-de-banho de senhora, calções e algumas saias mais curtas”, lamentou.
António Lampreia mostrou-se ainda algo “aturdido” por o assalto ter ocorrido “tão próximo da GNR”.
“O posto da guarda não fica a mais de 60 ou 70 metros da minha loja, mas quem deu o alerta foi um vizinho, que ouviu barulho e veio à porta, tendo telefonado à GNR depois de ver pelo menos quatro homens, um dos quais armado”, relatou. O assalto, na sua opinião, também não deverá ter sido rápido: “O parque de estacionamento fica aí a 30 metros e devem ter demorado algum tempo a transferir a mercadoria para a viatura”. “Estudaram bem o que existia no meu estabelecimento e evitaram a patrulha da GNR. Ainda por cima, quando se foram embora, a carrinha deve ter passado mesmo em frente ao posto, sem que ninguém desse por nada”, lamentou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)