Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Lojistas prendem ladrão de ourives

O assalto à ourivesaria Faustino no Centro Comercial Paraíso, em S. Pedro da Cova, Gondomar, até estava a correr bem à dupla de ladrões – mas a coragem de um lojista, que os enfrentou, fez com que o roubo saísse parcialmente frustrado.
10 de Março de 2006 às 00:00
Dois ladrões foram à ourivesaria Faustino. Um conseguiu fugir com anéis de ouro
Dois ladrões foram à ourivesaria Faustino. Um conseguiu fugir com anéis de ouro FOTO: António Rilo
Um dos assaltantes foi travado com a ajuda de outros comerciantes que correram a ajudar. O cúmplice, que estava armado de pistola, conseguiu fugir a pé com vários anéis de ouro.
O assalto ocorreu anteontem, pelas 10h00, quando dois homens, um brasileiro e outro português, entraram na ourivesaria sem levantar suspeitas. Na loja estava uma cliente, mas passados poucos minutos, quando ela saiu, um dos ladrões puxou da pistola e começou a pôr num saco vários estojos com anéis de ouro.
Ao abandonarem a ourivesaria, os ladrões foram surpreendidos pela oposição de um comerciante. Outros lojistas acorreram e detiveram o ladrão, de nacionalidade brasileira, até à chegada da GNR de Fânzeres. O detido estava referenciado pelas autoridades por outros assaltos à mão armada.
“Acho que assustei os ladrões. Apanhei ambos, mas não tive forças para os aguentar. Um apontou-me a pistola, mas peguei no brasileiro pelo pescoço e protegi-me”, disse ao Correio da Manhã um lojista que, por receio de represálias, pediu para não ser identificado.
Prontamente, cerca de dez comerciantes juntaram-se para deter o ladrão de nacionalidade brasileira, que amedrontado disse “que não estava a roubar”.
“Já tinham andado aqui a rondar. Os comerciantes têm de proteger-se uns aos outros porque este é um lugar pouco policiado”, diz ao CM a mesma fonte.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)