Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Mãe de jovem atropelado mortalmente pede mão pesada para condutor

“A dor só acalma se ele for preso”, diz Paula Gomes.
Sofia Garcia 10 de Outubro de 2017 às 08:41
João Gomes tinha 22 anos
Filipe Andrade
Local do atropelamento, na zona do Fogueteiro
João Gomes tinha 22 anos
Filipe Andrade
Local do atropelamento, na zona do Fogueteiro
João Gomes tinha 22 anos
Filipe Andrade
Local do atropelamento, na zona do Fogueteiro
Perto do final do julgamento e quase três anos depois da morte de João Gomes, de 22 anos, vítima de atropelamento e fuga na zona do Fogueteiro, Seixal, a mãe da vítima, Paula Gomes, pede uma justiça com mão pesada para Filipe Andrade, o homem que está a ser julgado pela morte do jovem.

"Só acalmava a minha dor se ele fosse preso. Se fosse preso efetivamente. Não quero multas, não quero indemnizações, quero que ele pague pelo que fez", disse a mãe ao CM, após mais uma sessão de julgamento que decorreu no local do atropelamento, onde foi feita uma reconstituição dos acontecimentos com as testemunhas a relatarem os detalhes do caso, na presença da família da vítima, do arguido, da juíza, Ministério Público e advogados.

O casal que trabalhava na horta junto à A2, no acesso ao Fogueteiro quando se deu o atropelamento, garante que o carro conduzido pelo ilustrador de banda desenhada, Filipe Andrade, seguia "aos ziguezagues e em excesso de velocidade" quando colheu João Gomes, na berma da estrada.

Um episódio que obrigou, mais uma vez, os pais do jovem a enfrentarem o arguido que diz não se ter apercebido de que tinha atropelado uma pessoa. "São emoções muito fortes ouvir todas aquelas mentiras e não poder reagir", frisa a mãe.

As alegações finais do processo estão marcadas para dia 26. Filipe Andrade, de 32 anos, está acusado de homicídio por negligência grosseira, de omissão de auxílio à vítima e de três contraordenações rodoviárias.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)