Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mãe e filho portugueses executados na Córsega

Germina, de 83 anos, e o filho queixaram-se do barulho e acabaram mortos dentro de casa
31 de Março de 2014 às 07:50
Investigação policial desvendou crime macabro: corpos das duas vítimas estavam enterrados
Investigação policial desvendou crime macabro: corpos das duas vítimas estavam enterrados

Depois de três dias de buscas intensas das autoridades e de populares numa zona montanhosa da Córsega, o corpo da idosa portuguesa Germina Lacosta, 83 anos, foi encontrado enterrado, juntamente com o do filho, perto de uma estação de comboios naquela região francesa. Um vizinho da idosa – que morava na parte de cima de uma vivenda com dois andares –, já detido pelo duplo homicídio, enterrou-os 30 centímetros abaixo da terra.

Germina estava deitada por cima do corpo de Fabien, de 50 anos. Ambos tinham sido executados a tiro. O crime decorreu no passado dia 22, na localidade de Poggio-di-Venaco, mas só no dia 25 os corpos das vítimas – que viviam na Córsega há mais de quatro décadas – foram encontrados a alguns quilómetros do local dos homicídios.

Tinham sido transportados de noite, num jipe, pelo seu carrasco, que os executara a tiro horas antes. O homicida, de 39 anos, não terá gostado que a sua vizinha tenha subido ao piso de cima para queixar-se do barulho feito pelos seus três filhos. O homem abateu então a idosa a tiro, tendo descido logo depois as escadas e matado também o filho desta. Depois enterrou os dois corpos.

Foi um outro filho de Germina que estranhou a ausência da mãe e do irmão a dar o alerta. A polícia descobriu sangue nas escadas e iniciou a investigação. Dia e noite, autoridades e populares procuraram os desaparecidos. Foi a mulher do homicida quem ajudou na localização dos corpos. Estão acusados de homicídio e profanação de cadáver.

Germina Lacosta Córsega duplo homicídio idosa corpo enterrado execução
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)