Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Mãe preparou banho de Filipe

Luísa encheu a banheira com água quente e saiu de casa. Quando regressou já o filho Filipe, de dois anos, estava deitado na cama com o corpo todo queimado e praticamente sem vida. Esta é a versão da história de Joana, irmã de oito anos do menino, e que foi avançada ao CM por Dulce, uma outra irmã, mais velha. Dulce adiantou ainda que, ontem ao final da tarde, a menina foi retirada à mãe por uma assistente da Segurança Social e colocada numa instituição. A jovem garante que vai lutar pela guarda de Joana em tribunal.

3 de Agosto de 2009 às 00:30
Luísa Proença, mãe do pequeno Filipe, encheu com água a banheira onde o filho se queimou
Luísa Proença, mãe do pequeno Filipe, encheu com água a banheira onde o filho se queimou FOTO: Rui Oliveira

As circunstâncias da morte do pequeno Filipe continuam por esclarecer. Apenas a autópsia, que se realiza hoje, poderá explicar um pouco do mistério. Mas em confissão à irmã, Joana desvendou um pouco daquilo que terá acontecido. A menina contou que após a mãe sair de casa colocou o irmão na banheira e que enquanto foi colocar a roupa do menino na máquina de lavar, Filipe pegou no chuveiro e queimou-se com água a ferver. Em poucos segundos o frágil corpo ficou queimado. Ao ouvir os gritos de dor, Joana correu para a casa de banho, abraçou-se ao irmão e levou-o para o quarto.

A tragédia abalou a menina que, em choque, mal conseguia falar. Ontem, apesar de ainda muito abalada, Joana já estava melhor. "Contámos à Joana que o irmão morreu. Chorou muito, mas ela é forte e está a recuperar do choque", explicou Dulce.

O funeral do menino realiza-se hoje às 16h00 em Esgueira, Aveiro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)