Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mãe que abandonou recém-nascido prescinde dos serviços da advogada

Ana Maria Lopes vai manter-se em funções até que seja nomeado um novo defensor.
Lusa 26 de Novembro de 2019 às 01:13
Recém-nascido foi encontrado no lixo por um sem-abrigo
Recém-nascido foi encontrado no lixo por um sem-abrigo
A advogada da mãe que abandonou o recém-nascido num caixote do lixo, em Lisboa, anunciou na segunda-feira que a jovem prescindiu dos seus serviços, explicando que se vai manter em funções até que seja nomeado um novo defensor.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a advogada, Ana Maria Lopes, explica que foi notificada pelo tribunal da revogação da procuração forense no processo crime que a jovem enfrenta.

"Decorre, do teor do documento intitulado 'revogação de procuração forense' que me foi notificado, a declaração da arguida de que revoga a procuração a meu favor e que pretende manter a defensora oficiosa que a patrocinou no primeiro interrogatório, o que revela tratar-se de uma declaração pouco esclarecida e até induzida em erro", refere a advogada em comunicado.

Lisboa crime lei e justiça polícia bebé abandono
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)