Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Mais de 200 pedidos de socorro por dia no Algarve

Ambulâncias acionadas para 75 686 ocorrências, em 2018, mais 4211 do que em 2017.
Rui Pando Gomes 9 de Novembro de 2019 às 07:38
Ambulâncias
INEM
INEM
INEM
Ambulâncias
INEM
INEM
INEM
Ambulâncias
INEM
INEM
INEM
Os pedidos de socorro e as ocorrências que envolvem meios de emergência estão a aumentar no Algarve. Este crescimento está relacionada com o aumento da população residente na região e do movimento cada vez maior de turistas durante todo o ano.

Segundo dados a que o CM teve acesso, no ano de 2017 as ambulâncias do INEM, das corporações de bombeiros e da Cruz Vermelha que prestam serviços de socorro no Algarve foram acionadas para 71 475 ocorrências.


No ano de 2018, o Centro de Operações de Doentes Urgentes (CODU) registou um total de 75 686 ocorrências, o que significa um aumento de 4211 acionamentos. Feitas as contas, em média foram registados 208 pedidos de socorro por dia. Este ano, tudo indica que o número seja ainda maior.

Segundo o CM apurou junto de várias fontes ligadas ao socorro, indisposições súbitas, acidentes rodoviários e traumas são os tipos de ocorrências que estão a registar um maior aumento. Questionado pelo CM, Vítor Vaz Pinto, comandante operacional do Centro Distrital de Operações de Socorro de Faro, confirma que "há um aumento do número de ocorrências" nas tipologias em que são necessários meios de emergência.

Segundo o mesmo responsável, a subida do número de pedidos de socorro estará relacionado com o "aumento do número da população presente na região durante todo o ano", tendo em que conta que há mais pessoas a viver na região e a atividade turística "é durante todo o ano".
Algarve questões sociais acidentes e desastres política autoridades locais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)