Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Mais de 500 fardos de palha arderam no concelho de Odemira

Alerta para o fogo, na herdade A-de-Mateus, na freguesia de Longueira/Almograve, foi dado às 17h42, estando confinado ao armazém.
29 de Outubro de 2018 às 22:08
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
Bombeiros
Mais de 500 fardos de palha e algumas alfaias agrícolas foram esta segunda-feira destruídos por um incêndio no armazém de uma herdade no concelho de Odemira, distrito de Beja, que estava ativo às 21h45, disse fonte dos bombeiros.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou à agência Lusa que o alerta para o fogo, na herdade A-de-Mateus, na freguesia de Longueira/Almograve, foi dado às 17h42, estando confinado ao armazém.

O combate às chamas, de acordo com o CDOS, mobiliza 26 operacionais das corporações de bombeiros de Odemira, Aljustrel, Vila Nova de Milfontes, Castro Verde e Ourique, apoiados por 12 veículos.

Dominado fogo que consumiu mais de 500 fardos de palha no concelho de Odemira
O incêndio que destruiu esta segunda-feira mais de 500 fardos de palha e algumas alfaias agrícolas, ocorrido no armazém de uma herdade no concelho de Odemira, distrito de Beja, foi considerado dominado às 22h00, disse fonte dos bombeiros.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou à agência Lusa que o alerta para o fogo, na herdade A-de-Mateus, na freguesia de Longueira/Almograve, foi dado às 17h42.

O combate às chamas, de acordo com o CDOS, mobilizou 26 operacionais das corporações de bombeiros de Odemira, Aljustrel, Vila Nova de Milfontes, Castro Verde e Ourique, apoiados por 12 veículos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)