Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mais de 500 operacionais combateram 28 fogos hoje

Desde 01 de agosto e até domingo, foram registados em Portugal continental 3662 incêndios.
24 de Agosto de 2015 às 19:38
Os dias 9 e 10 de agostoforam os dias com mais incêndios
Os dias 9 e 10 de agostoforam os dias com mais incêndios FOTO: Miguel Pereira da Silva/Lusa

Um total de 565 operacionais combateram até às 18h45 de segunda-feira 28 fogos, segundo dados divulgados pela Autoridade Nacional da Proteção Civil.

Segundo os dados, divulgados na página na internet, no combate aos fogos estiveram também envolvidos 138 meios terrestres e nove meios aéreos. Das 28 ocorrências, às 18h45 estava uma em curso no concelho de Penafiel.

A Proteção Civil só destaca na sua página principal as ocorrências com mais de três horas desde o seu início e com mais de 15 operacionais.

Dos restantes incêndios, verificados até às 18:45, 17 estão dados como encerrados (quando termina a presença de meios no local), cinco estão em conclusão (incêndio extinto, com pequenos focos de combustão), dois em vigilância (meios no local para atuar em caso de necessidade) e dois em resolução (incêndio sem perigo de propagação além do perímetro já atingido).

Às 18:45, apenas se verificava um despacho de alerta (meios em trânsito para o teatro de operações) no concelho das Caldas da Rainha.

Segundo a Proteção Civil, das 28 ocorrências registadas até às 18:45, cinco registaram-se no distrito de Leiria, quatro no distrito de Beja e três nos distritos de Lisboa, Porto e Santarém.

Nos distritos de Braga, Évora, Faro, Guarda, Portalegre, Viana do Castelo e Vila Real não foi registada qualquer ocorrência.

Em julho, segundo as estatísticas da Proteção Civil divulgadas na sua página na internet, foram registados 4.056 incêndios.

Desde 01 de agosto e até domingo, foram registados em Portugal continental 3662 incêndios.

Os dias 09 e 10 de agosto, foram desde o início do ano, os dias em que foram registadas maios número de ocorrências com 380 e 304, respetivamente.

Autoridade Nacional da Proteção Civil Proteção Civil Caldas da Rainha incêndios bombeiros
Ver comentários