Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Maltratava o avô, roubava-lhe as reformas e não o levava ao médico. Idoso acabou por morrer

Neto foi acusado de um crime de maus tratos e outros de furto qualificado.
Lusa 21 de Outubro de 2019 às 13:41
Idoso
Idoso FOTO: Reuters
Um homem de 34 anos que tinha a "responsabilidade moral e jurídica" de cuidar do avô, um octogenário do Porto que entretanto morreu, maltratou o idoso e furtou-lhe as reformas, acusa o Ministério Público (MP).

Segundo o processo, o arguido eximiu-se sempre à responsabilidade que tinha assumido de cuidar do ofendido. Ao invés, foi-lhe subtraindo, desde abril de 2015 e ao longo de dois anos, os montantes que a Segurança Social lhe pagava, 497,24 euros mensais a título de pensão de velhice e 184,37 mensais relativos a pensão de sobrevivência.

Em resultado da conduta do arguido, os fornecimentos de água e luz à casa do idoso foram cortados por falta de pagamento, o mesmo sucedendo com o fornecimento de refeições ao domicílio, um serviço que era prestado pelo Centro Social e Paroquial de Cedofeita.

O idoso também não foi levado a consultas médicas de que carecia e que estavam agendadas e técnicos de serviço social constataram, em 22 de setembro de 2016, que não lhe eram prestados cuidados de higiene, nem a casa era limpa.

Aos técnicos, o ofendido queixou-se de nada ter comido nesse dia e de dores no estômago.

Começou a ser acompanhado pela Cruz Vermelha e, face ao agravamento dos seus problemas de saúde, foi emitido mandado para ser internado compulsivamente. Mas, na data prevista para esse internamento, em 11 de abril de 2017, o idoso não estava em casa.

As autoridades encontraram-no, dois dias depois, em casa do neto.

Quando finamente foi para um lar, no Caramulo, distrito de Viseu, estava já muito débil e morreu pouco depois, em 29 de abril de 2017, tinha então 88 anos.

O neto foi acusado de um crime de maus tratos e outros de furto qualificado, estando o início do julgamento agendado para a manhã de 13 de novembro, no Juiz 4 do Tribunal de São João Novo, no Porto.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)