Marcelo admite que missão militar portuguesa no Mali foi "mais difícil que o esperado"

Presidente da República elogiou o desempenho das forças portuguesas.
31.05.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Marcelo admite que missão militar portuguesa no Mali foi "mais difícil que o esperado"
Marcelo Rebelo de Sousa cumprimenta militares durante a receção à Força Nacional Destacada (FND) no Mali Foto Nuno Fox/Lusa
O Presidente da República admitiu esta quarta-feira que a missão militar no Mali foi "mais difícil que o esperado", devido à crescente instabilidade no território, mas elogiou o desempenho das forças portuguesas.

"Era uma missão muito difícil, mais difícil do que se tinha pensado, porque a instabilidade foi crescendo ao longo da vossa permanência naquele território, obrigando a uma dedicação acrescida, atenção crescente e devoção sem limites", disse o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República esteve hoje na Base Aérea Nº6, no Montijo, acompanhado pelo ministro de Defesa, Azeredo Lopes, na receção à Força Nacional Destacada (FND) no Mali no âmbito da missão MINUSMA, que decorreu nos últimos seis meses.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!