Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio

Navio-escola Sagres partiu este domingo de Lisboa e vai dar a volta ao Mundo durante 371 dias.
Andresa Pereira e Raquel Simões 6 de Janeiro de 2020 às 08:04
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Marcelo conforta famílias emocionadas que assistiram a partida de navio-escola Sagres
Emoção e já alguma saudade dominavam este domingo as famílias que assistiam à partida do navio-escola Sagres, em Lisboa. Durante 371 dias, os militares portugueses vão dar a volta ao mundo, 500 anos depois de Fernão de Magalhães. O Presidente da República participou na cerimónia e considerou que a viagem "é um momento histórico, irrepetível e singular, porque estamos a celebrar o passado, a afirmar o presente e a construir o futuro".

A bordo da Sagres, Marcelo Rebelo de Sousa motivou os marinheiros. Fora do navio, foi a vez das famílias serem confortadas, enquanto Marcelo Rebelo de Sousa percorria o terminal de cruzeiros de Santa Apolónia. "Senhor presidente, lembre-se dos nossos militares", disse uma mulher a chorar, com o filho ao colo, ao que Marcelo respondeu que todos os dias se lembra dos militares portugueses.

Mas esta mãe relembrou que "famílias inteiras são deixadas em terra" e isso é o que mais custa a quem tem de se despedir dos seus. O Presidente da República, na companhia do Chefe do Estado-Maior da Armada, Mendes Calado, e do ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, despediu-se do navio enquanto este partia, acenando aos militares.

"Temos um ano para gerir as saudades"
Depois de sete meses no mar numa missão da NATO, o 2º marinheiro Dias Fialho volta a embarcar, mas desta vez no navio-escola Sagres, para uma viagem de um ano. Ao CM assumiu, emocionado, a falta que sentirá da família e da namorada: "Temos um ano para gerir as saudades."

SAIBA MAIS
371
dias de viagem, que terminará a 10 de janeiro de 2021, em Lisboa. Estão previstas paragens em 23 portos de 20 países, incluindo na cidade de Tóquio, no Japão, onde será a Casa de Portugal nos Jogos Olímpicos.

Quarta volta ao Mundo
Esta é a quarta volta ao Mundo do navio-escola Sagres em 82 anos, sendo também a mais longa. Vão percorrer 41 mil milhas (75 mil quilómetros), o que corresponde a duas voltas à Terra.

Dili para o 10 de junho
Uma das paragens previstas acontece em Dili, Timor-Leste, especialmente para as celebrações do dia de Portugal, a 10 de junho. O navio-escola vai participar ainda em vários projetos científicos e prevê receber mais de 200 mil visitantes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)