Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Marido de Saltão alvo de inquérito

Ministério Publico diz que há discrepâncias entre declarações prestadas.
Paula Gonçalves 16 de Junho de 2017 às 08:49
Ana Saltão
Carlos Coelho foi ouvido no julgamento em que a mulher (à direita) é arguida, no Tribunal de Coimbra
Ana Saltão
Carlos Coelho foi ouvido no julgamento em que a mulher (à direita) é arguida, no Tribunal de Coimbra
Ana Saltão
Carlos Coelho foi ouvido no julgamento em que a mulher (à direita) é arguida, no Tribunal de Coimbra
Carlos Coelho, marido de Ana Saltão, a inspetora da PJ que está a ser julgada no Tribunal de Coimbra por homicídio, vai ser alvo de um inquérito criminal por eventuais falsas declarações. "Manifestas discrepâncias" entre as declarações prestadas por Carlos Coelho à PJ e aquelas que fez agora em julgamento levaram o Ministério Público (MP) a pedir a extração de uma certidão para instaurar um processo.

Em causa estão declarações relativas às dificuldades económicas do casal, à posição da arguida quanto à forma como a avó do marido geria o dinheiro e também as afirmações que fez sobre a limpeza da viatura. A procuradora entendeu que havia discrepâncias e requereu a leitura das declarações prestadas inicialmente. A defesa da arguida opôs-se, com o argumento de que o depoimento "não tem credibilidade".

Mónica Quintela, advogada de Ana Saltão, alegou que Carlos Coelho não dormia há dias e que lhe foram apresentados pela PJ elementos errados que incriminavam a mulher. As declarações anteriores não foram lidas, tendo o MP solicitado a extração da certidão para instaurar o inquérito à testemunha. Carlos Coelho, também inspetor da PJ, disse que foi o colega da Diretoria do Centro, no qual dizia confiar, que o informou de que tinha sido a mulher a praticar o crime.

Garantiu, segundo disse, que as munições eram de um lote da PJ do Porto e que a investigação detetou localizações celulares do telemóvel da mulher em Coimbra. Disse ainda que assinou o depoimento sem o ler.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)