Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Marido e mulher roubados em casa

Maria de Lurdes Rafael, 71 anos, ainda se agarrou, com toda a força, ao fio de ouro que transportava ao pescoço, mas não conseguiu evitar o roubo. O ladrão entrou em sua casa, na praia da Vieira de Leiria, Marinha Grande, e só saiu após arrancar o cordão com violência. Antes de fugir, lançou as mãos ao pescoço do marido da vítima, Alfredo Faustino, de 71 anos, e roubou-lhe também o fio.
23 de Agosto de 2011 às 00:30
Maria de Lurdes Rafael e o marido, Alfredo Faustino, foram atacados em pleno dia
Maria de Lurdes Rafael e o marido, Alfredo Faustino, foram atacados em pleno dia FOTO: Rui Miguel Pedrosa

"Parece um sonho. O ano passado, tinham feito uns assaltos, mas sem as pessoas nas habitações. Agora sermos atacados em casa, no Verão e em pleno dia, custa a acreditar", lamentou ontem ao CM Maria de Lurdes Rafael.

O roubo ocorreu no domingo, pelas 16h00. Alfredo Faustino estava à porta de casa e a mulher andava a varrer a sala. O ladrão entrou de rompante na habitação e atacou Maria de Lurdes. Cá fora, ficaram dois cúmplices, a agarrar o marido da vítima, que tentou fechar a porta sem saber que já estava um dos assaltantes dentro da moradia. Maria Lurdes resistiu. O ladrão empurrou-a pelas costas e gritou-lhe: "larga o fio". Ela ripostou: "larga tu, que o fio é meu".

De nada lhe valeu. O assaltante deu um puxão e conseguiu rebentar o cordão. Depois, avisou os cúmplices que cumprira o objectivo, para que estes obrigassem Alfredo Faustino a abrir a porta.

Quando saiu da casa, lançou as mãos ao seu pescoço do e também lhe roubou o fio.

O caso deixou um sentimento de insegurança na Praia da Vieira e foi denunciado à GNR.

MARINHA GRANDE LADRÕES ROUBO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)