Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mata marido por lhe negar explicação

A mulher de 48 anos acusada de ter morto a tiro de pistola o ex-companheiro, de 45, em Março deste ano, em Almada, assumiu esta quinta-feira, na primeira sessão do julgamento, a autoria dos disparos que vitimaram o homem.
18 de Novembro de 2010 às 17:26
Mulher está a ser julgada no Tribunal de Almada
Mulher está a ser julgada no Tribunal de Almada FOTO: Sérgio Lemos

A arguida explicou à juíza que o que a levou, na manhã de 23 de Março, a procurar o ex-companheiro, com quem vivera oito anos, e que decidira separar-se dela há mais de dois meses, foi "a necessidade de uma explicação". Segundo o seu relato em tribunal, a vítima deixou-a "de um dia para o outro" e "nunca quis, apesar da insistência, falar" sobre o assunto: "Eu não estava bem. Não tinha sentido de vida sozinha, sem o meu marido ao meu lado. Não conseguia  viver sem uma explicação".

A mulher assegurou ainda que "nunca tinha pegado numa arma". Acrescentou  que o revólver que levava na mão, e que o ex-companheiro deixara em casa de ambos, era o mesmo com que dormira na noite anterior, "sempre a pensar em pôr fim à vida".

Naquela manhã, acrescentou, foi de carro até à porta do armazém do "marido",  no Feijó, para o ver, como fez quase todos os dias desde que ele a deixou: "Ia com a intenção de lhe dizer que, ou ele me explicava o motivo da separação, ou eu me matava", afirmou.

E continuou: "Assomei à porta do armazém. Levava na mão a pistola carregada, à mostra. Ele viu-me, eu não o vi. Ele estava na parte de cima, depois das escadas. Disse-me 'vai-te embora daqui, minha grande p...'. E eu não disse nada, só sei que disparei".

A arguida diz não saber quantas vezes disparou ou em que posição estava a arma. Diz que disparou "na direcção dele, mas não contra ele". Diz que ele disse "ai", e que ficou de pé. A mulher deixou a arma no local do crime, chamou o filho e um cunhado. Entregou-se à polícia poucas horas depois. Está até hoje em prisão domiciliária.

Homicídio Mulher Marido Feijó
Ver comentários