Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Matou a "ex" e conduziu com o cadáver ao lado

Eduardo Almeida ficou descontrolado quando a vítima recusou manter relações sexuais.
Nelson Rodrigues 1 de Março de 2017 às 01:30
Isaura Alves, de 59 anos, foi morta à facada
Casa de Eduardo Almeida, onde o corpo foi encontrado
Isaura Alves, de 59 anos, foi morta à facada
Casa de Eduardo Almeida, onde o corpo foi encontrado
Isaura Alves, de 59 anos, foi morta à facada
Casa de Eduardo Almeida, onde o corpo foi encontrado
Eduardo Almeida ficou descontrolado quando a ex-namorada, Isaura Alves, recusou manter relações sexuais e matou-a com uma facada no coração. O crime ocorreu na manhã de 10 de agosto do ano passado, junto ao terminal TIR da Gafanha da Nazaré, em Ílhavo. Depois, conduziu durante cerca de 15 quilómetros até casa, em Cacia, Aveiro, levando sempre o cadáver no lugar do pendura. O homem foi agora acusado pelo Ministério Público. Responde por homicídio qualificado e profanação de cadáver.

A acusação revela que Eduardo, de 61 anos, e Isaura, de 59, iniciaram um relacionamento em 1996. Chegaram a viver juntos durante dois anos, mas separaram-se devido a atos agressivos por parte do homem, que era sucateiro. Apesar de viverem em casas diferentes, a vítima e o arguido continuaram a ter encontros ao longo dos anos, sendo que, em maio do ano passado, Isaura aceitou voltar a viver com Eduardo. Voltaram a afastar-se ao fim de uma semana, uma vez que o homem seria muito ciumento.

Isaura decidiu nessa altura colocar um ponto final na relação amorosa, mas continuou sempre a ter contacto com Eduardo. Costumavam encontrar-se para apanhar bivalves, algo que iriam fazer na manhã do crime.

Nesse dia, Isaura recusou ter sexo e Eduardo acusou-a de ter outra pessoa. Matou-a e depois levou o cadáver até casa, onde o escondeu. Comprou um bidão de gasolina e preparava-se para se desfazer do corpo quando foi detido pela PJ de Aveiro.

O arguido está atualmente em prisão preventiva.
Eduardo Almeida Ministério Público Isaura Alves Cacia Ílhavo TIR Gafanha da Nazaré Aveiro sucateiro PJ
Ver comentários