Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Matou mulher com oito facadas

Ouviu um telefonema que a mulher – professora de Geografia, de Maximinos, em Braga – recebeu e achou que ela tinha um amante. Tirou-lhe o telemóvel e até cortou o respectivo cartão. A companheira, Maria da Luz Fernandes, 35 anos, exigiu-lhe que saísse de casa e Filipe Amorim, 34 anos, matou-a à facada.
13 de Outubro de 2012 às 01:00
Filipe Amorim está  acusado da morte de Maria da Luz
Filipe Amorim está acusado da morte de Maria da Luz FOTO: nuno fernandes veiga

O caso remonta à noite de 10 de Maio passado. Filipe foi agora acusado pelo MP de homicídio qualificado. De acordo com a acusação, o arguido e a vítima tinham-se separado, "mas reataram a relação dias antes, por insistência dele". Contudo, os ciúmes doentios continuaram.

Nessa noite, como a vítima lhe pediu para sair de casa, o arguido "reagiu à facada". Desferiu-lhe oito golpes com uma faca de nove centímetros de lâmina: três no pescoço, quatro no tórax e um no braço direito. Na manhã seguinte, foi levar o filho de ambos ao infantário. Os colegas da professora estranharam a sua ausência e o corpo foi encontrado 24 horas após o crime.

Ver comentários