Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Matou o rival

Um homem de 42 anos foi morto a tiro de caçadeira ontem, cerca das 8 horas, na zona de Póvoa do Paço, em Aveiro, ao que tudo indica por um indivíduo que já tinha vivido com a actual esposa da vítima.
7 de Dezembro de 2004 às 00:00
De acordo com as informações da mulher, Carlos Esteves, motorista de profissão, tinha acabado de acordar e saiu de casa para ir até ao quintal dar de comer aos animais quando foi baleado.
“Ouvi dois disparos e de seguida o meu marido começou a gritar. Fui a correr ter com ele mas já não pude fazer nada”, explica ao CM, Paula Esteves, esposa da vítima. “Nem ele conseguiu dizer nada, nem eu vi ninguém junto dos animais. Quem foi estava bem escondido e conseguiu fugir”, adianta.
Os vizinhos do casal dizem que se tratou de um ajuste de contas e suspeitam que tenha sido A.S., ex-companheiro de Paula, quem matou Carlos. “Desde que se casaram em Julho que ele andava sempre a prometer que os ia matar e desta vez deve ter perdido a cabeça”, comentava um vizinho que não se quis identificar.
Paula Esteves não afirma que tenha sido o seu ex-companheiro a matar Carlos Esteves, mas admite que eram alvo de inúmeras ameaças de morte. “Eu não vou dizer que tenha sido ele porque não vi ninguém e não vou fazer juízos, mas a verdade é que ele estava sempre a ameaçar-nos. Devia ter ciúmes de eu ter refeito a minha vida”, confessa a viúva. “Mas também pode ter sido alguém que sabendo destas ameaças se tenha aproveitado, porque sabia que o A.S. seria o primeiro suspeito”, avança Paula Esteves.
A Polícia Judiciária de Aveiro está a investigar o caso e, de acordo com o que o CM apurou, já ouviu o ex-companheiro da viúva.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)