Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Mau tempo corta estradas por todo o País

Dezenas de estradas por todo o País estão condicionadas pelo mau tempo, principalmente pela queda de árvores, inundações e desmoronamentos de terra.
27 de Fevereiro de 2010 às 17:54
Mau tempo corta estradas por todo o País
Mau tempo corta estradas por todo o País FOTO: CM

'Em quase todos os pontos do país temos estradas interditas ao trânsito ou apenas condicionadas, com desvios ou apenas uma via disponível', confirmou o comando geral da GNR.  

Na A14 a pressão sobre o pavimento levou ao corte do trânsito no nó de Vila Verde, perto da Figueira da Foz, enquanto na EN 258 perto do Alvito desmoronamentos e quedas de árvores obrigaram também ao encerramento desta via.  

Cingindo-se às principais estradas do continente, a GNR enumera outras  vias também afectadas pela chuva e ventos muito fortes: 'A AE em Almodôvar também foi cortada, assim como a EN380 perto de Évora e outras estradas  na Guarda devido à neve e gelo', afirmou fonte da GNR, contabilizando mais de 21 estradas cortadas (entre as principais vias) por todo o País às 15h30.  

O mau tempo obrigou também ao condicionamento de estradas, como a A2  na qual se circulava a meio da tarde apenas em uma das vias ou na A10 onde um desmoronamento de terras levou a um desvio do trânsito perto do Carregado. 

Também o acesso à A1 foi condicionado, perto de Albergaria-a-Velha, devido  à queda de árvores. Na A25, junto a Aveiro, o trânsito foi condicionado devido à queda de árvores.

QUEDA DE UMA CENTENA DE ÁRVORES NO ALENTEJO

O vento forte no distrito de Beja levou à queda de mais de uma centena de árvores, deixando  algumas estradas cortadas temporariamente.  

fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja adiantou que a queda de árvores ocorreu um pouco por todo o distrito mas afectou sobretudo os concelhos de Odemira e Ferreira do Alentejo.  

Ainda no distrito de Beja, na povoação de Alcaria da Serra, concelho  da Vidigueira, 'uma ou duas habitações' ficaram destelhadas, devido à intensidade  do vento, mas os moradores não ficaram desalojados, indicou a mesma fonte.

PROTECÇÃO CIVIL ALERTA PARA QUE POPULAÇÃO EVITE SAIR DE CASA

A Protecção Civil voltou a alertar as pessoas que vivem na zona litoral Norte e Centro para que não saiam de casa, a não ser em casos de extrema necessidade.
Através deste alerta, a autoridade espera que se possam evitar acidentes pessoais, em sequência do mau tempo que se faz sentir de Norte a Sul do País.

CENTRO DE SAÚDE DE MARRAZES AFECTADO

A cobertura do Centro de Saúde de Marrazes, em Leiria soltou-se, uma esplanada em Vieira de Leiria também foi derrubada pelo vento, uma árvore caiu em cima de um restaurante em Peniche e muitas outras em anexos de casas, informou Manuel Moura, comandante do Comando Distrital de Operações e Socorro.

A situação piorou nesta última hora, temos queda de 107 árvores e de  23 estruturas', disse Manuel Moura. 

 

Outra queda de árvore em cima de uma residência em Barreiros, Leiria, obrigou à retirada de um casal de idosos, como 'medida preventiva'.  

Nos concelhos de Leiria e Marinha Grande existem várias localidades sem luz e há falhas nas comunicações.

VISEU ÀS ESCURAS

A cidade de Viseu está a ser afectada, desde as 16h00, por falhas eléctricas provocadas pelo mau tempo.

A PSP local informou que o vento forte que se fez sentir durante tarde levou ainda à queda de várias árvores, painéis publicitários e outras  estruturas, sem causar danos pessoais.

4208 OCORRÊNCIAS NO PAÍS

Entre as 00h00 e as 17h00 a Protecção Civil contabilizou um total de 4208 ocorrências. 

Queda de Árvores: 2 372

Desabamentos: 83

Deslizamentos: 121

Inundações: 778

Queda de Estruturas: 935

ENVIE-NOS AS SUAS FOTOS E VÍDEOS DO MAU TEMPO PARA: PORTAL@CMJORNAL.PT

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)