Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Daniel Serrão atropelado em passadeira

Médico atropelado foi ajudado por um bombeiro de Cête, que estava no café.
Ágata Rodrigues e Igor Gonçalves 17 de Outubro de 2014 às 08:29
Daniel Serrão (foto peq.), de 86 anos, foi atropelado quando atravessava na passadeira, a caminho do café, em Paranhos, no Porto
Daniel Serrão (foto peq.), de 86 anos, foi atropelado quando atravessava na passadeira, a caminho do café, em Paranhos, no Porto FOTO: CMTV

Daniel Serrão, médico premiado e professor catedrático jubilado, preparava-se para cumprir, ontem de manhã, a rotina diária de tomar café no Aramis, perto de casa, quando foi atropelado na passadeira, na rua Conde de Avranches, cerca das 09h15, em Paranhos, no Porto. De imediato recebeu socorro de um bombeiro de Cête, Paredes, e depois do INEM, que levou o clínico, de 86 anos e pai do empresário Manuel Serrão, para o Hospital de S. João, em estado grave.

O acidente aconteceu pouco depois de a vítima ter saído de casa, sozinha. O condutor do Seat Ibiza seguia em direção ao centro de Paranhos. "Estavam automóveis parados em segunda fila junto ao cruzamento, quando me apercebi de uma pessoa a sair do meio dos carros para atravessar. Travei, mas não me lembro de mais nada, foi tudo muito confuso e muito rápido", explicou. Na altura do embate, chovia torrencialmente.

"Estava no café e vi o acidente. Fui logo socorrer o homem. As senhoras do café chamaram a ambulância e fiquei a falar com ele para que não ficasse inconsciente", explicou Carlos Fernandes, bombeiro de Cête.

A vítima foi hospitalizada com ferimentos graves na cabeça e no abdómen, em situação grave mas estável. Daniel Serrão, condecorado pelo Presidente Cavaco Silva com a Grã-Cruz da Ordem de Sant’Iago da Espada e conselheiro do papa através da Academia Pontifícia para a Vida, é natural de Vila Real e vive na rua de S. Tomé, perto do local onde foi colhido.

Daniel Serrão passadeira Paranhos Paredes INEM Manuel Serrão atropelamento
Ver comentários