Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Médicos despedem-se no centro hospitalar

Decisão de colocar especialistas a fazer consultas nas Urgências juntou-se a outras que estão a causar mal-estar. Pedro Nunes explica abandonos com "baixos salários da Função Pública"
17 de Novembro de 2013 às 18:18
Pedro Nunes, presidente do Conselho de Administração do CHA
Pedro Nunes, presidente do Conselho de Administração do CHA FOTO: Nuno Jesus
Vários médicos especialistas estão a abandonar o Centro Hospitalar do Algarve (CHA). A decisão do Conselho de Administração de obrigar especialistas a fazerem consultas indiferenciadas nas Urgências veio juntar-se a outras decisões de gestão que estão a causar mal-estar entre os clínicos, que optam por exercer apenas no setor privado.

A colocação de especialistas nas Urgências ainda não foi aplicada, mas foi assumida por Pedro Nunes, administrador do CHA. Além de questionarem a legalidade da medida, os médicos duvidam da utilidade. Clínicos com consultas em atraso nas respetivas especialidades irão fazer horas nas Urgências.

Pedro Nunes explica a decisão com uma reorganização dos recursos humanos, que pretende resolver "de vez" os problemas nas Urgências. "Agora, não há macas nos corredores e os atendimentos são feitos atempadamente", argumenta, acrescentando que, hoje já não tem "vergonha" das Urgências do Hospital de Faro. Além disso, defende, "os bons médicos têm de estar nas Urgências. Isso incomoda algumas pessoas e há médicos que não gostam, mas o importante é tratar bem os utentes".

Esta medida juntou-se a outras decisões administrativas que têm provocado mal-estar entre o corpo clínico. A fusão dos hospitais de Faro, Portimão e Lagos no CHA também causou desagrado. Nos últimos tempos, vários especialistas de Ginecologia , Cardiologia e Obstetrícia deixaram o CHA (ver apoios).

Pedro Nunes diz que, com "os baixos salários da Função Pública, é normal que os médicos procurem melhores condições nos privados". Para suprir as saídas, estão a decorrer "concursos que, pela primeira vez, estão a ficar cheios. Só no último mês foram contratados oito médicos".
despedimentos médicos centro hospitalar Algarve especialistas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)