Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Meia centena de animais mortos em quintal familiar

António Batista, de 57 anos, nem queria acreditar no cenário que encontrou ontem, no seu quintal, na rua Dr. Barros, em S. Mamede de Infesta. Cinquenta animais, entre galinhas e patos, estavam mortos.
10 de Agosto de 2011 às 00:30
As aves morreram de repente e o dono não encontra explicação
As aves morreram de repente e o dono não encontra explicação FOTO: direitos reservados

"Foi uma maldade muito grande que fizeram aqui. Numa hora, fiquei sem os animais todos. Foram envenenados", desabafou. António encontrou, pouco tempo antes das misteriosas mortes, grão para aves misturado com a comida dos cães, mas pensou que tivesse sido uma distracção do irmão com quem vive, e deu o alimento às galinhas e aos patos. Ao CM, o proprietário dos animais admite que se poderá tratar de uma vingança. A PSP de S. Mamede de Infesta esteve no local, mas não enviou a comida suspeita ou os animais para análise.

S. MAMEDE DE INFESTA ANIMAIS QUINTAL MORTE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)