Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Meio milhão encheu Senhora da Agonia

A Procissão dos Pescadores foi o ponto alto do último dia das Festas da Senhora da Agonia, que registaram meio milhão de visitantes em Viana do Castelo. A enchente podia ter sido ainda maior se o feriado municipal da capital do Alto Minho fosse a uma sexta-feira ou durante o fim-de-semana.
21 de Agosto de 2007 às 00:00
Multidão seguiu a Procissão ao Mar pelas ruas da cidade
Multidão seguiu a Procissão ao Mar pelas ruas da cidade FOTO: Sérgio Freitas
De acordo com o presidente da comissão de festas, Francisco Cruz, a Festa da Senhora da Agonia tem o futuro garantido, graças à participação dos jovens na maior romaria. Uma vez mais, os vizinhos galegos estiveram em peso na “romaria das romarias”.
Francisco Sampaio, presidente da Região de Turismo do Alto Minho, é de opinião de que poderá ter estado em Viana do Castelo muito mais de meio milhão de visitantes, referindo o exemplo da Procissão ao Mar. “Só nesta procissão tivemos mais de 50 mil pessoas”, acrescentou Francisco Sampaio. A meio da tarde, afluíram dezenas de milhar de pessoas para a Procissão ao Mar. Vindos da missa, pescadores e seus familiares saltaram para os barcos decorados com preces para a Senhora da Agonia, pedindo protecção nas idas ao mar. A concentração dos populares foi então maior na Doca de Viana, porque era grande a curiosidade para ver as embarcações com os andores no Rio Lima, frente a Viana do Castelo.
A eucaristia, presidida pelo bispo de Viana do Castelo, D. José Augusto Pedreira, no Santuário da Senhora da Agonia, antecedeu a bênção das embarcações, já no Porto de Viana do Castelo. O bispo deu a sua bênção a cerca de meia centena de barcos de pesca, numa cerimónia que torna peculiar a festa minhota. A romaria, que decorreu durante quatro dias, iniciou-se ontem de manhã com a alvorada festiva e a habitual feira. Ainda de manhã, os concertos musicais antecederam gigantones e cabeçudos, a maior atracção antes do almoço. O arraial minhoto e fogo-de-artifício fecharam a Romaria da Senhora da Agonia, após o concerto musical no centro da cidade. Ao fim de quatro dias, a organização diz que “este ano foram ultrapassadas todas as nossas expectativas de público”.
A Festa do Traje, com a exibição de inúmeros trajes das freguesias da cidade, é desde sempre a imagem de marca da Senhora da Agonia. E o Desfile da Mordomia e o Cortejo Etnográfico atraem todos os anos centenas de milhar de pessoas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)