Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Menina de 14 anos denuncia o pai violador nos Açores

Queixa levou à detenção do predador sexual, de 34 anos, que agora está em prisão preventiva.
Miguel Curado 23 de Julho de 2019 às 08:50
Algemas
Detido
Algemas
Detido
Algemas
Detido
Uma menina de 14 anos denunciou o próprio pai a uma Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) da ilha de São Miguel, Açores, relatando as duas semanas de abusos sexuais de que foi alvo às mãos do progenitor. A queixa levou à detenção do predador sexual, de 34 anos, que agora está em prisão preventiva.

A custódia da vítima estava legalmente entregue ao pai, após a separação dos progenitores. A menina vivia com ele, a madrasta e vários meios-irmãos.

O convívio familiar terá decorrido normalmente até meados de junho. Nessa altura, o agressor sexual, um trabalhador da construção civil, começou a abusar da menina. Durante cerca de duas semanas, e quase diariamente, a menor de 14 anos foi alvo de diversos "abusos sexuais de relevo" que, sabe o CM, a deixaram completamente aterrorizada.

A vítima acabou por, já durante este mês, tomar a iniciativa de se deslocar, sozinha, a uma das CPCJ existentes na ilha de São Miguel, onde reside. Os técnicos que a atenderam perceberam a gravidade da situação e de imediato alertaram a Polícia Judiciária de Ponta Delgada. Uma brigada de inspetores especializados na investigação de crimes sexuais ficou com o caso e, na última sexta-feira, localizou e deteve o pai predador. O juiz que o interrogou não hesitou em aplicar a prisão preventiva.

A custódia da menina abusada está, provisoriamente, entregue à CPCJ onde a mesma apresentou queixa, que irá decidir o destino da vítima.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)