Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Menina salva mãe de levar tiro

Criança de 12 anos colocou-se à frente da mãe quando o pai estava de caçadeira apontada.
27 de Fevereiro de 2014 às 16:33
Historial de violência doméstica na família era longo
Historial de violência doméstica na família era longo FOTO: REUTERS/Chris Keane

O historial de violência doméstica era longo. Na segunda-feira, o marido violento queria falar à força com a mulher, de quem se tinha separado há poucas semanas. A vítima não levou um tiro porque a filha do casal, de 12 anos, se pôs à frente, acabando por a salvar.

O caso aconteceu na Amadora. Depois disso, o homem foi até Palmela, onde tentou o suicídio, evitado pela GNR.

A Esquadra de Investigação Criminal da PSP, sob coordenação da 6ª secção do DIAP da Amadora, deteve o agressor ontem de manhã. Levado a tribunal, ficou em prisão preventiva pelas agressões à mulher e também à filha. Foram-lhe apreendidas duas caçadeiras.

Tendo em conta o perigo que o homem constitui para a família e para os vizinhos, o juiz de instrução criminal do tribunal da Amadora decidiu colocá-lo em prisão preventiva, onde vai aguardar julgamento.

Mal teve conhecimento da situação, a PSP começou a investigar o historial do homem. A mulher falou com os agentes, a quem confessou nunca ter tido coragem para fazer queixa às autoridades pelas agressões constantes à família.

As armas que foram apreendidas estão agora guardadas para perícias. A mulher e a filha não sofreram ferimentos.

criança mãe tiro pai caçadeira prisão preventiva tribunal Amadora
Ver comentários