Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Menina violada por negar namoro

Conheceu Ana, nome fictício, através de SMS. Depois de várias mensagens, a menina contou-lhe que tinha apenas 13 anos.
1 de Abril de 2013 às 01:00

Porém, e apesar de já ter 28, o homem não desistiu: manteve um relacionamento com a menor, até que ela acabou tudo. Cheio de raiva, obrigou Ana a ir com ele até a um quarto na zona do Marquês, Porto, onde a violou. Com antecedentes criminais, o pedófilo começa, nos próximos meses, a ser julgado no Tribunal de S. João Novo.

Os dois conheceram-se em 2007, mas encontraram--se pela primeira vez em novembro de 2008. Sucederam--se vários encontros em que deram as mãos, trocaram beijos e carícias – mas Ana sabia que não tinha idade para namorar com um adulto.

Quando terminou a relação, o homem ameaçou que lhe matava os pais. Amedrontada, acedeu a encontrar-se mais uma vez com o pedófilo, em janeiro de 2009. Foi obrigada a entrar num quarto alugado, onde foi violada. Depois, o pedófilo levou-a até a uma praça de táxis e deu-lhe 15 euros. Mandou-a voltar para casa e ficar calada. O homem, residente em Matosinhos, foi formalmente acusado pelo Ministério Público em 2011. "Sabia que a ofendida tinha apenas 13 anos, aproveitando-se da sua inocência e do facto dela ser uma menina frágil", lê-se no despacho de acusação.

Julgado agora por um crime de violação, o pedófilo já tinha cumprido quatro anos de prisão efetiva por crimes de furto, recetação e tráfico de droga.

porto menina violação namoro julgamento tribunal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)