Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Menino de cinco anos alvejado com tiro de caçadeira em casa

Depoimentos e desaparecimento da arma complicam trabalho de investigação da Judiciária.
Miguel Curado e Sofia Garcia 12 de Outubro de 2019 às 10:36
A carregar o vídeo ...
Depoimentos e desaparecimento da arma complicam trabalho de investigação da Judiciária.

Um menino de cinco anos foi atingido por um disparo de caçadeira quando brincava na casa de familiares, no bairro da Bela Vista, em Setúbal. Estava acompanhado pelos pais e por uma tia, mas desconhece-se quem foi o autor do disparo. O menor está internado em estado grave, mas estável, no Hospital de São José, Lisboa.

A agressão ocorreu domingo, na casa do tio da criança, que está preso. Ao que o CM apurou, o menor esteve a brincar com outras crianças e entrou e saiu de casa por diversas vezes.

Desconhece-se, para já, quem é o proprietário da arma usada e qual o seu paradeiro. Sabe-se apenas que o menino de cinco anos foi atingido à queima-roupa, de uma forma, ao que tudo indica, acidental.

O menor ficou com o corpo crivado de chumbos e de imediato se percebeu a gravidade dos ferimentos. Os familiares não chamaram a PSP, alertando apenas o INEM, via 112. Os pais acompanharam o menor até à Urgência Pediátrica do Hospital de São Bernardo.

Desesperado, o pai do menino chegou a partir uma porta de vidro ao procurar ajuda médica, e só nesse momento, quando o tentava identificar, é que a PSP se apercebeu da gravidade da ocorrência. O menor foi avaliado no hospital de Setúbal, e depois transferido para o Hospital de São José, em Lisboa. A criança está estável, mas o seu estado ainda inspira cuidados.

A Polícia Judiciária de Setúbal foi informada e assumiu de imediato a investigação. Sabe o nosso jornal que os três familiares do menino atingido já foram interrogados. Apresentam todos versões muito atabalhoadas e que pouco ou nada coincidem entre si.

O facto de a arma usada não ter aparecido também não ajuda. Os inspetores esperam, entretanto, que a saúde do menino estabilize, para procurar conversar com ele e obter alguns pormenores que possam fazer avançar a investigação.

Pormenores
Porta fere menino
O menino de cinco anos ferido com o disparo acidental chegou ao hospital de Setúbal bastante ferido. E ainda foi atingido com vidros da porta que o pai partiu.

Perto da esquadra
O local onde o menor foi atingido com o disparo de caçadeira fica nas imediações da esquadra da PSP da Bela Vista. Apesar disso, os agentes não se aperceberam.

Peritagens em casa
Os inspetores da PJ de Setúbal responsáveis pela investigação realizaram peritagens na casa onde o menino foi ferido.

PSP Bela Vista Setúbal Hospital de São José Lisboa crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)