Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Menor desaparecida estava com fugitivo

Suspeito apanhado em casa de um amigo na operação da PJ para localizar a menor.
João Mira Godinho e Pedro F. Guerreiro 22 de Setembro de 2016 às 08:35
Rapariga de 13 anos seria namorada de jovem de 20.
A Polícia Judiciária estava à procura de uma rapariga, de 13 anos, que tinha desaparecido de casa de familiares, em Olhão, em agosto. A menor acabou por ser encontrada, terça-feira, na companhia de um jovem, de 20 anos, suspeito de envolvimento num tiroteio, junto à estação de comboios de Olhão, há um ano. Os dois seriam namorados.

A relação entre a menina, portuguesa mas emigrada com a mãe na Noruega, e o jovem terá nascido numa rede social na internet. Em agosto, quando veio a Portugal passar férias com a progenitora, a menor acabou por fugir da casa da avó, em Olhão, para se juntar ao rapaz.

Este já se encontrava em fuga às autoridades desde 15 de setembro de 2015, quando se suspeitou do seu envolvimento no tiroteio junto à estação ferroviária. Da troca de tiros - que terá sido um ajuste de contas entre dois gangs - resultou um ferido, de 23 anos.

Sobre o jovem existia um mandado de detenção, tanto por esta situação - em que é suspeito de homicídio na forma tentada e ofensas à integridade física com recurso a arma de fogo - como ainda por roubos.

No ano em que andou fugido, as autoridades acreditam que esteve nas ilhas-barreira da Ria Formosa. Acabou por ser apanhado, com a menina que o acompanhava desde agosto, em casa de um amigo, em Olhão.
Polícia Judiciária Olhão Noruega Portugal menor desaparecimento fugitivo tiroteio crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)