Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Menor esfaqueado por gang sai de coma

A sangrar com abundância, o jovem de 17 anos ainda se conseguiu arrastar até ao Hospital do Montijo, antes de desmaiar, segunda-feira de madrugada. Foi atacado pelas costas, com três facadas, por um rapaz que lhe terá tentado roubar um maço de tabaco de enrolar.
24 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Arménia, mãe de Ivan, diz que o filho não se lembra de nada
Arménia, mãe de Ivan, diz que o filho não se lembra de nada FOTO: Mariline Alves

Ivan Augusto perdeu muito sangue e sofreu uma perfuração profunda num dos pulmões – foi operado e esteve em coma induzido no Hospital de São José, em Lisboa, durante três dias.

Ontem, os médicos desligaram o ventilador que o ajudava a respirar e o jovem saiu do coma.

"A primeira coisa que me perguntou foi quantos dias esteve a dormir. Não se lembra do que lhe aconteceu, só do momento em que chegou à porta do Hospital do Montijo, antes de desmaiar, a esvair-se em sangue", contou ontem ao CM Arménia Costa, mãe da vítima.

O crime ocorreu no centro do Montijo. Ivan terá tentado resistir a cinco jovens que lhe queriam tirar um maço de tabaco de enrolar e acabou atacado à navalhada por um deles, de 18 anos, detido no mesmo dia pela PSP.

O autor dos golpes – que será conhecido da vítima – já foi interrogado em tribunal e está em prisão preventiva. "Só queria que o meu filho acordasse. Os médicos não querem que puxe por ele em relação ao assalto. Agora depende dele lembrar-se. Coitadinho, está cheio de dores", lamentou-se a mãe do menor.

roubo tabaco gang coma esfaqueado
Ver comentários