Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Menor foge com homem

Sara Malanho foi a uma festa na Escola Prof. Agostinho da Silva, em Casal de Cambra, Sintra. À hora marcada pela mãe, Anabela Teixeira, a jovem não estava em casa, nem atendia o telemóvel. Desesperada, Anabela procurou-a por todo o lado, sem sucesso. Foi no dia 6 de Junho, tendo a rapariga 14 anos.
12 de Agosto de 2008 às 00:30
Pais já não vêem Sara há dois meses
Pais já não vêem Sara há dois meses FOTO: D.R.

A PSP descobriu que a jovem fugiu com um homem de 27 anos que terá conhecido na Internet, e que se terá apresentado como Ricardo. Nunca mais foi vista.

A PSP descobriu que a jovem fugiu com um homem de 27 anos que terá conhecido na Internet, e que se terá apresentado como Ricardo. Nunca mais foi vista.

"Estou bem e estou feliz", disse Sara no telefonema que fez para a mãe, no dia seguinte ao seu desaparecimento. Foi a última vez que Anabela Teixeira ouviu a voz da filha. A situação afectou de tal forma esta mulher de 49 anos,que chegou a tentar suicidar-se. Valeu-lhe o apoio do marido, José Malanho, de 50 anos, e dos outros três filhos.

Sara e Ricardo ter-se-ão conhecido pela Internet duas semanas antes de fugirem, sendo que algumas colegas da jovem dizem tê-la visto de mão dada a beijar "um homem".

Sara, que fez 15 anos este mês, contactou a família pela última vez a 15 de Julho. "Mãe, estou bem, mas não consigo falar contigo", lia-se na mensagem que enviou pelo telemóvel.

Por várias vezes a família contactou a Judiciária, mas nada foi adiantado sobre a investigação.

PORMENORES

Namoro

Sara Malanho namorava com um jovem chamado Samuel, de 17 anos, quando desapareceu.

Telefonema

O avô de Samuel enviou uma mensagem à menor para ela contactar a família. No dia seguinte, recebeu um telefonema de alguém que o insultou. Era Ricardo. A PSP contactou-o, aconselhando-o a entregar-se.

Informações

Quem possuir algumas informações sobre o paradeiro da Sara Malanho pode contactar os pais (969 481 461 ou 965 576 597) ou a Polícia Judiciária (218 641 000).

Ver comentários