Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Menor fugiu de lar

Depois de ter fugido de casa, em Olhão, evadiu-se agora do lar de acolhimento onde foi colocada, em Tavira, pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco. Zita tem 16 anos e ninguém sabe do seu paradeiro há uma semana. Saltou o gradeamento da instituição Uma Porta Amiga.

4 de Maio de 2009 às 00:30
A mãe Isabela desespera por notícias da filha Zita
A mãe Isabela desespera por notícias da filha Zita FOTO: Rui Pando Gomes

A mãe, Isabela Coelho, suspeita de que a filha tenha fugido com o namorado de 17 anos. "Eu tinha avisado as assistentes sociais de que ela ia fugir mais tarde ou mais cedo porque já o tinha feito em casa", lamentou ao CM.

Zita frequenta a Escola João da Rosa, em Olhão, e, segundo a mãe, "começou a faltar muito às aulas e a ter más notas" porque "ficou obcecada pelo namorado e não pensa em mais nada".

Fugiu de casa a 16 de Abril. Quatro dias depois foi institucionalizada, após a PSP e técnicas da Comissão de Protecção de Menores de Olhão a terem localizado. Ao que o CM apurou, alegou que fugiu de casa porque era maltratada pela mãe, acusação que Isabela nega. "Sempre fiz tudo por ela e até já acolhi o namorado em casa", recorda a mãe, que diz estar desesperada com a falta de notícias da filha menor.

O CM tentou, ontem, contactar a instituição de acolhimento Uma Porta Amiga e a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Olhão, mas sem sucesso.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)