Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Menor sofre desmaio a enfrentar assaltante

Miguel, de 15 anos, viu o homem a entrar em casa e preparou-lhe uma cilada, agredindo-o.
P.G. 10 de Outubro de 2014 às 07:55
Paulo Santos diz que o filho foi um herói por ter travado o assalto
Paulo Santos diz que o filho foi um herói por ter travado o assalto FOTO: Ricardo Almeida

"O meu filho foi um grande herói". Paulo Santos emociona-se ao contar ao CM que Miguel, de 15 anos, enfrentou e agrediu anteontem um assaltante que entrou dentro de casa da família, na aldeia de Roxo, em Penacova. O menor acabou por cair, desmaiando, e o ladrão fugiu sem roubar nada.


Miguel estava sozinho em casa a fazer os trabalhos escolares quando, pelas 17h30, ‘Benny’, o cão da família, deu o alerta. "Ele ouviu o cão a ladrar e de repente viu um homem a entrar pela churrasqueira", nas traseiras da casa, conta o pai.  Fugiu para o quarto, no primeiro andar, e telefonou à mãe a dizer que a casa estava a ser assaltada.



A mãe ficou em pânico e disse para ele gritar por ajuda. Mas Miguel, que mede 1,87 metros, ao aperceber-se de que o assaltante estava a subir as escadas, preparou-lhe uma cilada. "Foi muito corajoso. Esperou-o, saltou-lhe para cima, apanhou-o pelo pescoço e tentou dominá-lo", conta Paulo Santos. Os dois envolveram-se numa luta, mas Miguel desequilibrou-se e bateu com a cabeça, tendo desmaiado. "Se não tivesse caído o assaltante não tinha hipótese", diz o pai. O ladrão fugiu sem levar nada.


Os pais estavam a trabalhar, a  20 quilómetros: "Vivemos momentos de pânico, ligávamos e ele não atendia". Quando a mãe chegou, Miguel estava caído ao fundo das escadas. Foi transportado para o Hospital Pediátrico de Coimbra, com um hematoma na cabeça. Ontem, Paulo Santos reforçou as medidas de segurança em casa, construindo um muro mais alto nas traseiras.

menor desmaio assaltante
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)