Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

MENOS MORTES NAS ESTRADAS PORTUGUESAS

O número de mortes contabilizado nas estradas portuguesas nos primeiros sete meses de 2003 registou uma redução de 14 por cento, comparativamente com igual período do ano anterior, de acordo com os dados do último balanço da sinistralidade rodoviária que a Direcção Geral de Viação (DGV) apresenta esta quarta-feira.
30 de Julho de 2003 às 09:29
MENOS MORTES NAS ESTRADAS PORTUGUESAS
MENOS MORTES NAS ESTRADAS PORTUGUESAS
Entre 1 de Janeiro e o passado dia 27 perderam a vida nas estradas portuguesas 732 pessoas, contra 852 mortes registadas em igual período do ano transacto, ou seja, menos 120 mortes. Apesar desta redução, morreram em média três pessoas por dia, o que faz com que Portugal continue a figurar entre os países perigosos em matéria de segurança rodoviária.
Segundo os dados recolhidos pela DGV, o número de mortos baixou na maioria dos 18 distritos do Continente, com destaque para Faro e Aveiro, com, respectivamente, menos 32 e 24 mortes no período analisado. Apenas cinco distritos registaram um maior número de casos mortais: Beja, Braga, Coimbra, Guarda e Viseu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)