Menos passagens de nível na região

Dezassete passagens de nível vão ser encerradas até 2011 na região algarvia, apurou o CM junto da Refer (Rede Ferroviária Nacional). O objectivo é aumentar a segurança das populações e da circulação na ferrovia, através da construção de passagens desniveladas. Está em causa um investimento de 3,6 milhões de euros.
21.10.09
  • partilhe
  • 0
  • +
Menos passagens de nível na região
A passagem de nível de Estombar, no concelho de Lagoa, será substituída por uma passagem inferior Foto José Carlos Eusébio

De acordo com a empresa pública responsável pela gestão da infra-estrutura ferroviária estatal, a supressão das referidas passagens resulta de "um intenso trabalho de articulação com os municípios abrangidos pela Linha do Algarve". A Refer diz que já foram estabelecidos protocolos com as autarquias de "Faro, Tavira, Vila Real de Santo António, Silves, Lagoa e Lagos".

Nos últimos dois meses a empresa procedeu à consignação das empreitadas que levarão ao encerramento das passagens de nível de Estombar, no concelho de Lagoa, e do Livramento, Tavira.

No caso de Estombar, a Refer vai investir 307 mil euros na construção de uma passagem inferior rodoviária, com 27 metros de comprimento, 7,90 metros de largura e 5,25 metros de altura. A obra tem o prazo de execução de 240 dias. No Livramento, a opção tomada passa pela construção de uma passagem superior, com 10,42 metros de largura.

Na Linha do Algarve existem actualmente 106 passagens de nível, mas o número tem vindo a ser reduzido nos últimos anos. Segundo a Refer, "desde 2004 foram suprimidas 22 passagens de nível e reclassificadas 24".

O número deste tipo de travessias existentes na região representa menos de 10 por cento do total do País. No final de 2008,a rede ferroviária nacional em exploração contava com 1229 passagens de nível.

PORMENORES

SUPRESSÃO

Ao longo da última década foram suprimidas 1310 passagens de nível no País, o que representou um investimento de mais de 268 milhões de euros.

ACIDENTES

O encerramento deste tipo de travessias traduziu-se numa drástica redução de acidentes na ferrovia ao longo da última década: em 1999 foram registados 156 e no ano passado 55. Neste período morreram um total de 251 pessoas na via férrea do País.

INTERVENÇÕES

A Refer pretende proceder no corrente ano ao encerramento de 78 passagens de nível e à reclassificação de 67, resultado de um investimento de 44 milhões de euros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!