Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

MENSAGEM SUSPEITA NA MIRA DA POLÍCIA

Uma mensagem de telemóvel está a fazer os clientes das operadoras móveis gastarem dinheiro na mira de um prémio de 500 euros. Trata-se de uma situação que está já a ser investigada pela polícia e que faz os ‘premiados’ ligarem para o número 00236727120 para ganharem 500 euros em chamadas levando-os a gastar, no mínimo, cerca de 10 euros! “Você acaba de ganhar 500 euros em chamadas”.
23 de Dezembro de 2003 às 00:00
É assim que começa a mensagem que muitos portugueses estão a receber no telemóvel, que para receber o ‘bónus’ terão de ligar para um número alegadamente da República Centro Africana, responderem a um inquérito e enviar uma carta para a Croácia.
Para receberem os 500 euros em chamadas, os ‘premiados’ têm assim de divulgar idade, sexo e tipo de tarifário utilizado, para além de gostos pessoais. Depois, é ainda solicitado que os “premiados” digitem números de telemóveis de amigos. No final da chamada, que tem uma duração mínima da ordem dos sete minutos, a ‘factura’ é de pelo menos 10 euros.
RECLAMAÇÕES
As reclamações começaram a chegar “em massa” aos serviços de atendimento da Marconi (Portugal Telecom) há uma semana, levando os próprios operadores a aconselharem os clientes a não telefonarem, explicando tratar-se “de uma fraude”. “Trata-se de uma burla que já motivou algumas reclamações”, explicou ao CM fonte da PT, garantindo que “foi apresentada queixa às autoridades competentes”. Quanto à actuação neste âmbito da Anacom (entidade nacional responsável pela fiscalização das telecomunicações) não foi possível obter uma resposta.
Os contornos deste “negócio” está a deixar intrigados vários especialistas contactados pelo CM, uma vez que não parece, à primeira vista, tratar-se “de um simples golpe das chamadas de valor acrescentado”. O que, aparentemente, não é este o caso, pois a taxação do telefonema corresponde de facto ao tarifário de uma chamada para a República Centro Africana.
TELEFONEMA PARA O 00236727120
1. Uma voz masculina gravada dá "Muitos Parabéns” por ter lido "correctamente a mensagem" e informa que o cliente acabou de ganhar um prémio "graças a um bom amigo" que indicou o número . Sublinha várias vezes que se trata de um prémio no valor de 500 euros.
2. Sugere uma visita a um ‘site’ na Internet (www.trip4free.net) e pede para a pessoa digitar o número de telemóvel. O endereço da Internet pouco mais diz daquilo que é dito na chamada, embora permita apagar um número da base de dados. Mas Portugal não faz parte.
3. O cliente tem depois de responder a perguntas como a idade e o sexo, se gosta de desporto, viagens e cinema e cultura. Para escolher a resposta tem de digitar teclas e confirmar de seguidas das opções, digitando de novo. O que, naturalmente, prolonga o telefonema.
4. É sugerido ainda que os amigos do premiado também podem “ganhar fantástico prémios”, pelo que cria a possibilidade de digitar outros números de telemóvel. As instruções são dadas lenta e pausadamente e para todas as informações solicitadas é exigida a confirmação.
5. Por fim, pede ao premiado que coloque o seu número de telemóvel e um outro número fornecido por ele num envelope pré-franqueado e que o envie para uma morada de Zagrebe na Croácia. O endereço é estrangeiro e não é soletrado, pelo que se torna imperceptível.
PRECAUÇÕES
DENUNCIAR
Qualquer mensagem escrita (SMS) de origem duvidosa deve ser comunicada ao operador. Tal como qualquer situação anómala, que implique gastar dinheiro, deve ser comunicada à Anacom (entidade fiscalizadora das telecomunicações) e à polícia
DADOS
Nunca deve divulgar número do PIN (os códigos secretos dos telemóveis), números de cartões de crédito ou outros de segurança pessoais. Também não deve divulgar números de telemóveis de amigos ou conhecidos.
RÉPLICAS
O sucesso das fraudes baseia-se, muitas vezes, numa replicação rápida, permitindo ganhar dinheiro antes dos casos serem do conhecimento público.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)