Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

MERGULHO CORRE MAL NO EGIPTO

Um erro de cálculo estará na origem do alegado desaparecimento de cinco turistas portugueses que se encontram no Egipto para um cruzeiro de mergulho nas águas cristalinas do Mar Vermelho. A marinha egípcia chegou a mobilizar navios e helicópteros para as operações de busca, mas afinal tudo não terá passado de uma confusão entre os mergulhadores – os cinco portugueses, cinco ingleses e dois belgas - e o barco que os devia recolher.
9 de Agosto de 2004 às 00:00
“Desconfiamos que tenha havido um erro de cálculo em relação ao local onde deviam ser recolhidos pelo barco, mas não temos a certeza”, disse, à Lusa, a chefe de gabinete do ministro do Turismo egípcio. Hala Lalkhatib adiantou que “os 12 mergulhadores estão de muito boa saúde, não precisaram de cuidados hospitalares e decidiram seguir a sua viagem a bordo do mesmo barco”.
O ‘Oyester’, embarcação vocacionada para cruzeiros de mergulho que opera a partir de Koseir, perto da Ilha de Akhawayn, transportava 22 turistas. Apesar de todos terem mergulhado, apenas dez regressaram ao barco à hora prevista, o que motivou o alerta dado às autoridades. Durante sete horas, navios e aeronaves da marinha egípcia efectuaram operações de busca e salvamento na zona.
Entre as doze pessoas procuradas estavam os cinco portugueses que, segundo adiantou ao CM a polícia egípcia, eram: António Moreira, Jorge Corela, Miguel Queiroz, Maurício Faria e Alexandra Gaspar. “Não é normal acontecer este tipo de acidentes, mas também não seria a primeira vez”, explicou ao CM um jornalista da MENA, a agência árabe que noticiou o alegado desaparecimento.
Em declarações à RTP, António Inocêncio Pereira, do consulado português no Cairo adiantou que as buscas começaram pelas 12h00 de ontem (hora de Lisboa, menos duas horas no Egipto). Pouco mais de sete horas, às 19h40, o grupo foi localizado, com vida, por um helicóptero da marinha e resgatado por equipas de socorro do porto de Charm el-Cheikh.
Maria Monteiro, assessora de Santana Lopes, e filha do ministro dos Negócios Estrangeiros, António Monteiro, também está de férias nas praias egípcias do Mar Vermelho e respirou de alívio quando o CM lhe telefonou a dar a notícia. “Ainda bem. Muito obrigado. Eu estou em Hurghada, a cem quilómetros, e fiquei um pouco nervosa porque vou mergulhar amanhã (hoje)”, referiu Maria Monteiro.
"O FUNDO DO MAR É SEGURO E FANTÁSTICO"
Armando Teixeira da Rede, monitor na Escola de Mergulho do Norte, com sede na Maia, Porto, conhece bem o Mar Vermelho. “O ano passado estive lá a mergulhar. O fundo do Mar Vermelho é seguro e fantástico”, disse, em declarações ao Correio da Manhã. “Conheço a zona e ela não é complicada para mergulhar porque não tem muitas correntes. Mergulhamos perto dos recifes e a segurança é garantida”, afirmou.
“Há sempre barcos de apoio que acompanham os mergulhadores durante toda a viagem”, sublinhou o monitor da Escola de Mergulho da Maia. Ainda de acordo com Armando Teixeira da Rede, “o Mar Vermelho é o local para onde vão mais europeus mergulhar. Fica mais perto da Europa e a relação qualidade/preço é bom. Mais de 800 mil mergulhadores de todo o Mundo frequentam, por ano, o Mar Vermelho”.
Para Armando Teixeira Rede, para desaparecerem, de uma só vez, doze mergulhadores (como refiriam as primeiras notícias), era “necessário ter havido uma grande falha no acompanhamento dos mesmos durante o mergulho”, um facto “perfeitamente anormal numa zona muito frequentada internacionalmente” .
DESTINO ATRACTIVO
VIAGENS
Já há algumas agências que promovem viagens com vista à prática de mergulho, mas, segundo Vítor Filipe, da Associação Portuguesa das Agências de Viagem e Turismo, são ainda “pequenos nichos”.
MAR VERMELHO
O fundo do Mar Vermelho é conhecido pela riqueza da sua flora e fauna e pela limpidez e temperatura da água todo o ano (entre os 18 e os 27 graus). Os peixes são variados e multicolores.
MINISTÉRIO
O ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades Portuguesas, António Monteiro, contactou com os cinco mergulhadores portugueses resgatados e afirmou que “estão todos bem”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)