Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Milhares nas festas da Moita

A tarde do fogareiro, um dos momentos mais esperados das festas da Moita, levou ontem cerca de nove mil pessoas àquela vila. Depois da largada de touros pela manhã – onde não houve registo de feridos –, as pessoas juntaram-se nas ruas, levando um fogareiro, comida e bebida para passarem a tarde em convívio.
17 de Setembro de 2011 às 00:30
Largadas são um dos momentos altos da festa
Largadas são um dos momentos altos da festa FOTO: CM

"É difícil explicar a tarde do fogareiro em duas ou três palavras. As pessoas divertem-se, convivem. É uma grande iniciativa", afirmou Miguel Canudo, vereador da Câmara da Moita e responsável pela comissão de festas. Apesar de as festas encerrarem só amanhã, Miguel Canudo arrisca fazer já um balanço: "Comparando com o ano passado, acho que vieram mais pessoas, independentemente da crise."

O dia em que se verificou uma maior enchente foi na segunda-feira (dia 12), onde cerca de 20 mil pessoas quiseram ver a actuação de Tony Carreira. A última largada de touros acontece amanhã às 10h15 e a festa encerra com a actuação da fadista Carminho, às 22h00. Até ao momento só houve registo de um ferido sem gravidade durante uma das largadas de touros.

LARGADAS TOUROS MOITA FESTA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)