Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Militar da GNR em prisão preventiva

Vítima já foi ouvida por um juiz para memória futura.
14 de Fevereiro de 2020 às 08:23
Suspeito a sair do Tribunal de Viseu em carro da GNR
Suspeito a sair do Tribunal de Viseu em carro da GNR FOTO: Nuno André Ferreira
O militar da GNR de Mortágua, suspeito de ter abusado sexualmente de uma enteada, vai aguardar o desenvolvimento do processo e consequente julgamento em prisão preventiva, por ordem de um juiz do Tribunal de Instrução de Viseu.



O suspeito chegou esta quinta-feira ao Tribunal de Viseu às 14h10 numa viatura descaracterizada da GNR. Foi interrogado três horas e não respondeu à grande maioria das perguntas realizadas pelo juiz que, perante as provas e o depoimento da vítima, lhe decretou a medida de coação mais gravosa.

A vítima já foi ouvida na quarta-feira para memória futura.
GNR Mortágua crime lei e justiça tribunal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)