Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Militar da GNR entre os detidos por suspeita de corrupção, burla e falsificação de documentos no Porto

Documentação falsificada pretendia beneficiar os próprios e terceiros.
Correio da Manhã 11 de Dezembro de 2019 às 14:27
GNR
GNR FOTO: Direitos Reservados
A Polícia Judiciária do Porto deteve um militar da GNR e mais três pessoas por suspeita dos crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação de documento, acesso ilegítimo, violação de segredo de justiça por funcionário e acesso ilegítimo.

Num comunicado, a GNR refere que entre janeiro de 2018 até à presente data, o militar e os restastes suspeitos "terão falsificado diversa documentação com o intuito de obter benefícios para os próprios e para terceiros, recebendo contrapartidas com tais atos".

Os detidos, com idades compreendidas entre os 32 e os 41 anos, vão ser presentes a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.
GNR Porto PJ crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)