Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

MILITAR DA GNR MATA-SE NO POSTO

Uma jovem militar da GNR de Ourique suicidou-se ao início da manhã de ontem no posto daquela vila do distrito de Beja, com um tiro disparado contra o peito com a própria arma de serviço.
25 de Agosto de 2003 às 00:00
O suicídio deixou abalados os colegas do posto da GNR de Ourique
O suicídio deixou abalados os colegas do posto da GNR de Ourique FOTO: Alexandre Silva
O caso terá ocorrido por volta das 08h00, altura em que a soldado daquela força de segurança, de 24 anos, se preparava para iniciar o seu turno de serviço.
Segundo o nosso jornal apurou, na noite de sábado para domingo, a militar discutiu com o namorado, também da GNR, mas que se encontra colocado num outro posto do concelho de Ourique.
Fonte da GNR contactada pelo Correio da Manhã escusou-se, no entanto, a comentar os motivos que levaram a jovem a pôr termo à vida.
Contudo, confirmou que a militar "residia nas instalações da GNR de Ourique" e que é oriunda de "Quintos, concelho de Beja". Os pais residem actualmente "na Suíça", acrescentou.
A jovem ainda foi transportada pelos bombeiros locais para o centro de saúde, onde deu entrada já sem vida face "aos ferimentos graves causados pelo disparo com a arma de fogo do serviço", referiu ao nosso jornal a mesma fonte.
O corpo da militar foi transportado para a morgue do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, devendo realizar-se durante o dia de hoje a autópsia, depois de autorizada pelo Ministério Público.
Este caso abalou os colegas da GNR de Ourique, os quais não quiseram prestar declarações por não estarem autorizados.
O suicídio vai agora ser alvo de um processo de averiguações para apuramento das causas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)