Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Militares portugueses elogiados na Eslováquia

Exército português integra batalhão de infantaria eslovaco.
Sérgio A. Vitorino 15 de Novembro de 2019 às 16:46
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia
Militares portugueses elogiados na Eslováquia

A participação do Exército português num exercício da NATO na Eslováquia foi alvo de elogios formais "das altas entidades políticas e militares" daquele país da União Europeia, assegurou esta sexta-feira ao CM fonte oficial daquele ramo militar.

O exercício multinacional "Slovak Shield 19", que teve início a 25 de outubro e terminou na quinta-feira, contou com a participação de 60 militares (uma companhia de atiradores) do 1.º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Rodas, do Regimento de Infantaria Nº13, de Vila Real.

É considerado "o maior exercício militar, nacional e internacional, na Eslováquia" e contou este ano com participantes, além de Portugal, da Eslováquia, República Checa, Polónia, Hungria e dos Estados Unidos.

Os militares do Exército português, que integravam um batalhão de infantaria eslovaco, "efetuaram treino operacional em diferentes cenários e em condições adversas, no âmbito das operações defensivas, tendo como premissa a capacidade de defesa coletiva dos países membros da NATO", descreve o Exército. As entidades locais destacaram "o desempenho, a resiliência e, sobretudo, o profissionalismo dos nossos militares".

União Europeia Eslováquia NATO política defesa forças armadas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)