Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Ministério garante honorários

O Ministério da Justiça garante que os pagamentos de honorários em atraso aos cerca de 40 advogados oficiosos do chamado ‘Processo do Álcool’, que na segunda-feira se recusaram a permanecer no julgamento, serão regularizados a partir da primeira semana de Fevereiro.
24 de Janeiro de 2007 às 00:00
Num breve comunicado divulgado na internet, o ministério, dirigido por Alberto Costa, esclareceu que o atraso no processamento das verbas “se ficou a dever a uma disfunção no sistema informático, que não respondeu à necessidade de transferência e à dimensão do processo”.
Recorde-se que estão em causa cerca de 420 mil euros, montante correspondente ao exercício de funções dos 40 advogados desde o início do julgamento do megaprocesso de contrabando de álcool, em Abril de 2006.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)