Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ministério Público abre inquérito à morte de menina de oito anos que morreu após ter tido alta no Funchal

Lara morreu um dia depois de ter tido alta nas urgências do Hospital Dr. Nélio Mendonça.
Correio da Manhã 15 de Janeiro de 2020 às 12:47
Menina de oito anos morre um dia depois de ter alta do hospital
Menina de oito anos morre um dia depois de ter alta do hospital
Menina de oito anos morre um dia depois de ter alta do hospital
Menina de oito anos morre um dia depois de ter alta do hospital
Menina de oito anos morre um dia depois de ter alta do hospital
Menina de oito anos morre um dia depois de ter alta do hospital
O Ministério Público abriu um inquérito de investigação à morte de Lara, a menina de oito anos que morreu um dia após ter tido alta nas Urgências do Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, no sábado.
 
O caso vai agora ficar em segredo de justiça. A família garante que vai continuar a lutar para que seja apurada a verdade e se atribuam responsabilidades.

Lara tinha febre alta e desmaios. Foi assistida no Serviço de Urgências daquela unidade de saúde e mandada para casa, com medicação.

No domingo, o seu estado de saúde agravou-se e a criança foi atendida no Centro de Saúde de Machico, sua área de residência. Como a sua situação inspirava cuidados mais diferenciados, foi transferida em ambulância, acompanhada por um profissional de saúde, para o Hospital Dr. Nélio Mendonça. Ficou inconsciente na sala de triagem, entrou em paragem cardiorrespiratória e, apesar das tentativas de reanimação, acabou por morrer.

Em comunicado, o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira manifestou "pesar e tristeza" pela morte de Lara, e garantiu que "a situação está a ser alvo de análise e averiguação interna".
Funchal Ministério Público Lara Hospital Dr. Nélio Mendonça Urgências questões sociais morte saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)