Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Ministério Público abriu inquérito a agressões a jovem colombiana no Porto

Agressão por segurança deu origem à abertura de um inquérito.
29 de Junho de 2018 às 17:35
Jovem colombiana agredida por segurança no Porto
STCP
Jovem colombiana agredida por segurança no Porto
STCP
Jovem colombiana agredida por segurança no Porto
STCP
O Ministério Público abriu um processo de investigação à agressão a uma jovem colombiana de 21 anos por um segurança da empresa 2045 que se encontrava a fiscalizar a STCP - Sociedade de Transportes Coletivos do Porto, na paragem de autocarros do Bolhão, na noite de 24 de junho. Iniciativa está a ser conduzida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto.

A jovem apresentou queixa-crime na esquadra da PSP no dia 25 de junho e ao longo desta semana quatro partidos - PCP, PS, BE e PSD - pediram ao Governo explicações sobre o sucedido tendo a Procuradoria-Geral da República confirmado esta tarde ao jornal Público que foi aberto um inquérito para investigar este caso.

A jovem colombiana Nicol Quinayas acusa o fiscal de a agredir brutalmente e de ter proferido insultos racistas antes de o fazer. Um vídeo posto a circular pelas redes sociais mostrava parte da agressão. A jovem acusa ainda a PSP de não a ter identificado, tendo apenas falado com o segurança. O auto destas autoridades foi apenas feito três dias depois, apurou o mesmo diário.

Numa nota enviada às redações na quinta-feira à noite, o Ministério da Administração Interna (MAI) afirmou que a Inspeção-Geral da Administração Interna pediu à Direção Nacional da PSP para averiguar o que se passou, através de um processo administrativo. Por sua vez, a PSP diz que foi aberto um processo de averiguação interno.
Ver comentários