Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Ministério Público quer ouvir Esmeralda

A procuradora do Ministério Público do Tribunal de Torres Novas, Ana Lima, solicitou esta terça-feira uma audição em "ambiente informal" de Esmeralda Porto, depois de a mãe da menor ter interposto um pedido de alteração da regulação do poder paternal.
2 de Março de 2010 às 16:34
Esmeralda com o pai biológico, Baltazar
Esmeralda com o pai biológico, Baltazar FOTO: Rui Miguel Pedrosa

No requerimento, entregue no julgamento de hoje, Ana Lima recorda que a própria criança já tinha manifestado o desejo de ser ouvida em Tribunal, para explicar a sua situação.

"A menor tem oito anos e decorre dos autos possuir maturidade e capacidade bastante para se exprimir e emitir a sua opinião perante terceiros, designadamente mediante o Tribunal, com quem já anteriormente falou em ambiente informal", escreve a procuradora.

Pedro Carrilho de Sousa, juiz do processo, não se pronunciou sobre o requerimento, remetendo uma decisão para o final da audição de todas arroladas por Aidida Porto, entre as quais a sua mãe e um dos três filhos que deixou no Brasil.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)