Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Ministro desvaloriza saída de directores

O ministro da Saúde, Correia de Campos, desvalorizou esta quinta-feira a demissão dos directores de três Centros Regionais de Alcoologia, argumentando que este não é um problema da tutela.
6 de Dezembro de 2007 às 15:29
Correia de Campos, ministro da Saúde
Correia de Campos, ministro da Saúde FOTO: António Cotrim/Lusa
“Os centros funcionavam de forma autónoma, separada, e entedemos que deviam ser integrados no Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT)”, afirmou o ministro, em Bruxelas.
Correia de Campos não se mostrou preocupado com a saída dos directores, alegando que “temos no Ministério gente com quem podemos trabalhar”.
De acordo com as informações avançadas pela imprensa, os três directores demitiram-se em bloco, na quarta-feira, em protesto contra a proposta de regulamento do IDT, do qual dependem desde Outubro de 2006. José Goulão, presidente do IDT, confirmou as saídas, mas recusou a acusação de falta de diálogo.
Ver comentários