Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Mirandela: Mãe viola filhas e partilha-as com vizinho

Prisão para mulher que abusou sexualmente das menores e que as entregou para serem igualmente abusadas por um vizinho.
28 de Maio de 2013 às 20:02

O Tribunal de Mirandela condenou, esta terça-feira, uma mulher a sete anos de prisão por abuso sexual de duas filhas e de uma neta menores, juntamente com um vizinho também sentenciado a seis anos e meio de prisão.

"O que praticaram é nojento, inqualificável e vergonhoso", sublinharam os magistrados judiciais, ao divulgarem o acórdão.

A mulher de 54 anos violava juntamente com o vizinho, um reformado de 74 anos, as duas filhas de 11 e 13 anos e uma neta de cinco. A mãe das crianças, era empregada doméstica na casa do reformado, com quem mantinha uma relação.

O caso desvendado pela Polícia Judiciária, em julho de 2012, ocorreu na aldeia do Cachão, concelho de Mirandela, no distrito de Bragança. As crianças foram imediatamente retiradas à mulher e institucionalizadas.

Até ser lida a sentença, os dois arguidos aguardaram julgamento em prisão domiciliária com pulseira eletrónica.
Agora o Tribunal deu como provado que, entre 2009 e 2012, as três crianças foram sujeitas a abusos em casa do arguido, recebendo dinheiro e prendas para não oferecerem resistência e não contarem a terceiros.

violação filhas neta vizinha sexo abusos condenação Mirandela
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)