Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

'MIRONES' DE ACELERAS DESMOBILIZADOS PELA PSP

A Estrada da Serra da Mira, Amadora, foi na madrugada de ontem, mais uma vez, palco da intervenção de uma força policial para pôr termo à algazarra feita por dezenas de pessoas que, debruçadas sobre o IC 17, vibravam com a actuação dos aceleras no troço compreendido entre Alfornelos e A-da-Beja.
28 de Setembro de 2003 às 00:00
Foi neste local que os agentes da PSP actuaram para põr termo à algazarra que incomodava moradores
Foi neste local que os agentes da PSP actuaram para põr termo à algazarra que incomodava moradores FOTO: Natália Ferraz
Dois desses espectadores, alegadamente agredidos com bastões pelos polícias, estiveram ontem, entre as 13h00 e as 15h00, a formalizar a queixa na esquadra da Amadora.
"Eu e o meu filho Ricardo vínhamos a passar e, ao vermos a animação das pessoas parámos a moto e ficámos a ver os carros a acelerar lá em baixo. Pelas 00h30 chegou uma carrinha com uma dezena de polícias armados com bastões e agrediram- -nos. Felizmente tínhamos os capacetes, que ajudaram a proteger-nos, mas o meu filho levou uma bastonada na perna e ainda lá tem um alto", contou ao CM Manuel Vicente.
"Fui apanhado de surpresa e agredido pelas costas. E quando lhes perguntei porque nos batiam disseram que não podíamos estar ali àquela hora e até recusaram identificar-se. Como pode ver, isto aqui é um local público" sublinha Ricardo Jorge, de 18 anos, apontando para uma paragem de autocarros.
Do outro lado da estrada, num primeiro andar, uma moradora, que ontem não viu nada por não estar em casa, falou do que acontece nas madrugadas de sábado e domingo: "É uma vergonha. Chegam a juntar-se centenas de pessoas que até às três ou quatro das manhã não param de berrar e gritar palavrões, sobretudo quando aparece aí a Polícia. Nem conseguimos dormir. Não sou apologista da violência, mas eles fazem por merecer umas porradas. E as autoridades deviam era cortar o mal pela raiz, prendendo os aceleras, pois são eles os principais culpados."
Contactado pelo CM, o oficial de dia ao Comando Metropolitano de Lisboa da PSP esclareceu que na madrugada de ontem, na Serra da Mira, os agentes limitaram-se a desmobilizar os espectadores e a acabar com o barulho, não se tendo registado qualquer pessoa ferida ou detida.
MADRUGADAS A ACELERAR
PREJUÍZO
Eduardo Costa tem um ‘stand’ de automóveis na Estrada Serra da Mira. Na madrugada de 23 de Agosto um ‘acelera’ danificou três viaturas estacionadas à porta, em área pertencente ao ‘stand’. “A Polícia apreendeu a documentação das três viaturas, alegando que estavam na via pública, e eu tenho 17 mil euros parados”, contou.
PISTA IDEAL
O Pólo Universitário do Alto da Ajuda, em Lisboa, tem sido, nos últimos tempos, o palco mais requisitado para as concentrações de ‘tuning’ e ‘aceleras’. Dizem os especialistas que é o mais propício para as exibições de habilidades, já que se assemelha, e muito, a um circuito fechado, com rectas ideais para puxar pelas máquinas.
OUTROS LOCAIS
A Segunda Circular, a Ponte Vasco da Gama e a Alameda da Cidade Universitária são, igualmente, locais de Lisboa onde já foram referenciadas corridas ilegais de carros. Nos arredores os ‘palcos’ preferidos dos ‘aceleras’ são, além do IC 17, o IC 16, Sabugo (Sintra), arruamentos circundantes da Praça de Touros de Cascais, Feijó e Moita.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)