Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mobilizados dois mil bombeiros

Mais de dois mil bombeiros, apoiados por 514 viaturas, estiveram envolvidos nos 126 mil fogos que deflagraram no sábado, que foi um dos dias com mais deflagrações neste Verão.
3 de Setembro de 2007 às 00:00
Os fogos florestais voltaram em força no fim-de-semana
Os fogos florestais voltaram em força no fim-de-semana FOTO: Luís Neves
De acordo com a estatística da Autoridade Nacional de Protecção Civil, o primeiro dia de Setembro foi o sexto com mais ocorrências – nos piores dias de Agosto (24 e 25) houve 196 e 191 deflagrações – e soldados-da-paz envolvidos no combate.
Apesar do número elevado de incêndios, todos eles foram circunscritos e apagados ao fim de poucas horas, facto a que não será alheio a elevada mobilização de meios para a primeira intervenção. É que, ao contrário do que acontecia em anos anteriores, assim que soa o alerta avançam para o terreno, além dos bombeiros e das viaturas de apoio terrestre, os meios aéreos – helicópteros e aviões – disponíveis.
Se o mês de Agosto registou o índice meteorológico de risco de incêndio mais baixo dos últimos 19 anos – conforme informou anteontem o Instituto de Meteorologia – o mês de Setembro começou com muito calor, o que em nada ajuda no combate aos fogos florestais.
Em Agosto, foi entre os dias 20 e 25 que o combate aos fogos mobilizou entre 2800 e 3667 bombeiros por dia. O maior incêndio durou dois dias, atingiu os concelhos de Sardoal, Mação e Abrantes e dizimou uma área de dois mil hectares.
CHAMAS EM PARQUE NATURAL
Um incêndio que deflagrou no Parque Natural de Montesinho, em Vilarinho, Vinhais, foi um dos que ontem causou maior preocupação aos bombeiros, por ter ocorrido numa área protegida. As chamas deflagraram às 14h06 e durante mais de uma hora os bombeiros combateram uma frente activa a arder com alguma intensidade, mas a meio da tarde a situação estava sob controlo. No distrito da Guarda – em Arrifana, concelho de Seia, e em Milheiro, concelho de Figueira de Castelo Rodrigo – também se registaram dois incêndios, em zonas de mato, cujo combate mobilizou perto de uma centena de bombeiros, apoiados por 45 viaturas e um helicóptero. No distrito de Viseu, a Autoridade Nacional de Protecção Civil deu conhecimento de um fogo, em Fonte Cerdeira, concelho de Mangualde, ao início da tarde. Ainda de manhã, houve um incêndio em Aldeia do Além, concelho de Alcanena (Santarém), que mobilizou 43 bombeiros, 11 viaturas e 3 meios aéreos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)